GESTÃO DE CUSTOS: ESTRATÉGIA 1 – COMPRAS

Quando sua empresa passa por alguma dificuldade financeira imediatamente você já pensa que é preciso vender mais, certo? A notícia é que as operações necessárias para aumentar as vendas são mais complexas e o resultado nem sempre é imediato, além disso dependem de outras circunstâncias, como o mercado. Então, que tal mudar a estratégia e tentar otimizar os custos do seu negócio e obter resultados imediatos de maneira mais simplificada? Fique atento a série de matérias que preparamos sobre Custos pelas próximas semanas. O tema de hoje é COMPRAS.

As compras têm um impacto significante no seu negócio e são vistas como estratégia para redução de custos do empreendimento. Isso mesmo, não é só aumentar a produtividade e vender mais que gera lucro ao seu negócio, afinal, as compras podem representar até 50% do custo total de uma organização.

Sendo assim, o primeiro passo para conquistar uma gestão de compras efetiva é alinhar essa área com as outras para atender as demandas e otimizar os recursos existentes, pois, como muitos ainda pensam, o valor da compra não é a única variável importante no processo, sendo de extrema importância relacionar fatores internos, estoque, qualidade, prazos, tributos, entre outros.

Uma boa administração dos gatos consegue melhor aproveitamento dos recursos disponíveis e evita compras dispensáveis em equilíbrio com a demanda e o estoque, planeja a frequência e quantidade de aquisições necessárias e ainda trabalha o relacionamento com fornecedores. Portanto, o foco não é no valor unitário do produto, mas sim no valor total para a empresa, a fim de se obter lucro a partir da economia.

Um bom controle de gastos pode significar o sucesso ou o fracasso do seu negócio, por isso fique atento as nossas dicas para o seu negócio trabalhar com boas estratégias de compras:

Alinhar as diversas áreas da empresa para análise dos dados e conhecimento integral do processo. Estoque parado pode provocar perdas de mercadoria por tempo ocioso ou prazos de validade, mas a falta de material pode acarretar prejuízos nas entregas. Portanto, faça boas previsões para gerar um estoque de segurança de acordo com o giro de vendas. Após isso, gere estabeleça metas e objetivos.

Faça novos orçamentos com frequência para, a partir deles, realizar novas negociações, afinal, como já dissemos, preço não é tudo, é necessário analisar a qualidade do produto e os custos de entrega para pesar na balança os melhores custos benefícios. E tenha mais de um fornecedor fixo para evitar imprevistos. Além disso seja antenado aos novos produtos disponíveis no mercado, pois novas possibilidades podem surgir para reduzir os custos.

Reforçamos então, que considere a disponibilidade financeira e a capacidade da empresa para realizar um bom gerenciamento e conquistar uma gestão eficiente. Se empenhe ou delegue a função a um especialista para identificar falhas e propor soluções que visam os objetivos do negócio com boas práticas de gestão. Conte com as ferramentas e conhecimento da FCB Consultoria para gerir os custos do seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *