5 ERROS NA GESTÃO FINANCEIRA DE PEQUENAS EMPRESAS

Agora que você já sabe dos erros mais comuns na gestão de vendas (ainda não leu o último post? Acesse bit.ly/fcberrosvendas) chegou a hora de avaliar os principais erros cometidos na sua empresa quando o assunto é gestão financeira. Qualquer erro compromete o futuro do seu negócio, e as dívidas são apenas parte das consequências de um mau planejamento.

Planejar, organizar e controlar devem fazer parte da rotina empresarial, afinal todos os setores estão conectados à boa gestão financeira. Fique atento a alguns dos erros mais comuns cometidos pela maioria das pequenas empresas.

5 ERROS NA GESTÃO FINANCEIRA DE PEQUENAS EMPRESAS

  1. Não separar despesas pessoais das despesas da empresa.

O erro que está em primeiro lugar da lista é o que mais ocorre nas pequenas empresas. Pela falta de um plano de contas eficiente os sócios utilizam a conta da empresa para pagar despesas e realizar aquisições pessoais, provocando conflitos de informações e descontrole financeiro.

  1. Não ter um plano de contas eficiente

Não planejar é o mesmo que viajar sem uma rota definida, em algum momento ficará perdido e algumas vezes pode ser tarde demais encontrar o caminho correto. Portanto, somente a partir do planejamento é possível projetar, controlar e realizar comparativos para estabelecer novos planos.

Para saber mais sobre o Plano de Contas eficiente acesse esse post no nosso blog: bit.ly/fcbplanodecontas.

  1. Não ter controle do fluxo de caixa

O que entrou? O que entrou foi a vista ou parcelado? E o que saiu? O que saiu foi para pagamento de contas ou para pagamento de pessoal? Se você não consegue responder essas perguntas no final do dia é sinal que precisa melhorar o fluxo de caixa da sua empresa. Através desse controle é possível identificar falhas e oportunidades, como estabelecer um bom relacionamento com um fornecedor específico e assim promover mais descontos ao cliente final. Pense bem como isso é importante para sua empresa.

  1. Não fazer gestão de custos

Calcular quanto custa seus produtos ou serviços não é tarefa fácil, diversos fatores influenciam no valor final, como custos de produção (insumos, mão de obra, equipamentos) ou aquisição, armazenagem, transporte e a margem de lucro. Portanto, uma boa gestão de custos. A formação de preços está atrelada à apuração de custos e despesas da empresa, portanto, a boa gestão vai além de aumentar a receita, o planejamento e o controle do fluxo diminuem os riscos do negócio a longo prazo, promovendo o crescimento contínuo através de um crescimento saudável.

  1. Não fazer uma reserva financeira

Trabalhe com uma margem o orçamento para solucionar os imprevistos e despesas emergenciais, sem prejudicar o fluxo do processo. Saiba que a reserva financeira pode salvar o seu negócio. Afinal sempre estamos sujeitos a rescisões repentinas, oscilações no mercado e faturamentos abaixo do previsto. A solução para esse tipo de eventualidade é o fundo de reserva.

Está pronto para começar as mudanças na gestão de vendas e na gestão financeira da sua empresa. Pontuamos os erros mais comuns para colaborar com o ponta pé inicial, mas também estamos a disposição para avaliar as reais necessidades de gestão do seu negócio. Conte com a FCB Consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *